Fan Page | Edimar Santos

sábado, 18 de junho de 2016

Ministério Público Federal diz que Santa Cecília do Pavão é nota zero em transparência

O Ministério Público Federal (MPF) divulga nesta quarta-feira (8) a nova classificação dos portais da transparência de estados e municípios brasileiros, conhecida como o Ranking Nacional dos Portais da Transparência. O projeto, de autoria da Câmara de Combate à Corrupção, avaliou portais de 5.567 municípios, 26 estados e o Distrito Federal.

No Paraná, a média dos governos municipais subiu de 4,22 para 6,13 entre a primeira e segunda avaliação do Ranking Nacional dos Portais da Transparência. Com esta pontuação, o estado subiu uma posição em relação às demais unidades federativas, ficando na 7.ª colocação. A avaliação do site do governo estadual também registrou melhora, subindo de 6,10 para 8,70.

Em todo o estado, sete municípios atingiram a pontuação máxima: Balsa Nova, Campina do Simão, Campina Grande do Sul, Curitiba, Mercedes, Pinhais e Rio Negro. As cidades de Céu Azul e Santa Cecília do Pavão administrada pelo prefeito José Sergio Juventino, tiveram NOTA ZERO e outras 28 cidades não chegaram aos dois pontos.

A avaliação se baseou em questionário desenvolvido pela Ação n.º 4/2015 da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro (Enccla), que selecionou as principais exigências legais e itens considerados “boas práticas”. A análise mensura o grau de cumprimento de leis referentes à transparência no Brasil, numa escala que vai de zero a dez.

Entre os tópicos avaliados estão a disponibilidade nos sites da receita e despesa nos últimos seis meses; ferramenta de pesquisa de conteúdo; íntegra dos editais de licitação e dos contratos firmados; relatório de gestão do ano anterior; e possibilidade de pedidos de informação por meio eletrônico. O projeto tem o objetivo de fiscalizar o cumprimento das leis de transparência pelos entes políticos e de incentivar a publicidade na Administração Pública e o controle social das receitas e despesas, a fim de prevenir a prática de corrupção.

De setembro a outubro de 2015, o MPF realizou a primeira avaliação dos portais da transparência e, em dezembro do mesmo ano, divulgou a classificação dos estados e municípios. Após o diagnóstico nacional, o Ministério Público Federal expediu recomendações àqueles entes federados que não cumpriram suas obrigações legais. Na ocasião, foi estabelecido prazo de 120 dias para a adequação.

Após esse prazo, foi realizada a nova avaliação nacional, envolvendo todas as unidades do MPF, no período de 11 de abril a 25 de maio. O resultado da nova classificação identificou que algumas irregularidades ainda persistem. Com relação a esses municípios e estados, serão propostas ações civis públicas de forma coordenada, a fim de garantir o cumprimento das leis de transparência. Em todo o País o número de ações civis públicas (ACPs) que deverão ser propostas chega a 1.987.

Conforme apontam os resultados, o Índice Nacional de Transparência, que é a média de notas alcançadas por todos os municípios e estados brasileiros, aumentou cerca de 30% entre a primeira e a segunda avaliação, mas ainda está abaixo do esperado. De 3,92, em 2015, subiu para 5,15, em 2016, numa escala que vai de zero a 10.

Na primeira análise dos portais, em 2015, apenas sete municípios e um estado (Espírito Santo) conquistaram nota 10 na avaliação. Já nesta segunda análise, o número de municípios com a nota máxima subiu para 120, enquanto o de estados subiu para três (Ceará, Espírito Santo e Rondônia).

Quatro capitais atingiram os 10 pontos nesta segunda avaliação: Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Recife. Na média dos governos municipais, o estado de Santa Catarina obteve a maior pontuação: 8,23, seguida pelo Distrito Federal (7,60) e Rio Grande do Sul (7,36).

Por outro lado, 347 cidades não saíram do zero e 931 não alcançaram os dois pontos no ranking. As piores médias dos governos municipais foram registados no Maranhão (2,84), Alagoas (3,08) e Amapá (3,10). Entre as capitais, as piores pontuações foram verificadas em Campo Grande (4,10), Aracaju (5,10) e Goiânia (6,00). Já a transparência entre os portais dos governos estaduais é menor em Roraima (3,80), Bahia (4,10) e Acre (5,60).

A listagem completa com a nota de todos os municípios está disponível por meio do portalwww.rankingdatransparencia.mpf.mp.br

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Líderes do PP vão apoiar Edimar Santos a prefeito de Santa Cecília do Pavão

Lideranças do PP (Partido Progressista) demonstram apoio à candidatura de Edimar Aparecido Pereira dos Santos a prefeito de Santa Cecília do Pavão, na eleição de 2 de outubro de 2016.

Entre as várias lideranças progressistas estão o ministro da Saúde, Ricardo Barros, a vice-governadora do Paraná, Cida Borghetti, o deputado federal Marcelo Belinati e o ex-prefeito de Londrina, Antônio Casemiro Belinati.

Segundo o ministro da Saúde, o deputado federal licenciado Ricardo Barros, “é preciso retribuir, a grande vitória que o Edimar me deu para senador, em Santa Cecília do Pavão: ganhei de todos em 2010. Sou grato ao grupo do Edimar, leal e grande líder regional”.

Principal nome para as eleições municipais de outubro, o deputado federal Marcelo Belinatti avalia que, sendo prefeito de Londrina, será um grande aliado do Edimar, porque a saúde da região está na gestão plena.
O ex-prefeito de Londrina, Antônio Casemiro Belinati, é também um dos incentivadores para que Edimar Santos representa a região na Assembleia Legislativa. “Você tem que ser deputado, pois é uma excelente pessoa”, comentou Belinati, lembrando que a região já teve os deputados Francisco Escorsini e Severino Félix Pessoa.
Em encontro ocorrido no sábado (11), Belinati até ensaiou uma das marchinhas da campanha dele, adaptada para o pré-candidato a prefeito de Santa Cecília do Pavão: “Nós vamos votar de novo, votar Edimar Santos o candidato do povo".

Entre os principais apoios de Edimar Santos, está também a governadora Cida Borghetti. Na eleição de 2014, o atual pré-candidato a prefeito de Santa Cecília do Pavão atuou como coordenador da campanha vitoriosa de Beto Richa, a governador, tendo Cida Borghetti, como vice.

Apoio à campanha vem também do diretório municipal do PP, comandado por José Cícero da Silva.

terça-feira, 7 de junho de 2016

Edimar Santos, um líder que pensa no povo !


Liderança depende de comunicação, flexibilidade e congruência: Vencer uma eleição é até muito fácil, bastam ter estratégias específicas para isso. No entanto, ser um grande político é que é difícil. Político é ser líder em potencial. E liderança depende de comunicação, flexibilidade e congruência.

Nesta matéria, tentamos mostrar ao eleitor uma visão associado à lógica e a intuição. Como unir mentes e corações num processo de liderança apaixonante, e como levar a paixão para uma realidade de vida numa comunidade, cidade, município. Muitos nascem líderes, mas tudo na vida pode ser aprendido com treinamentos e experiências. Neste pôster, vemos como trabalha um líder de verdade, como o trabalho para romper todos os grilhões das dificuldades dos acertos e das falhas. 

-Portanto vendo uma postagem da munícipe ‎Jheniffer Mendonça Monteiro onde se expressa da seguinte forma "Olha só o que achamos aqui em casa , realmente Santa Cecília era muito melhor antigamente , Parabéns Edimar ! Seu trabalho sempre foi ótimo , hoje vi coisas que nem sabia que graças a você existe hoje na cidade !!" ‎ - sendo assim vamos mostra uma serie de fotos onde o então Edimar Ap. dos Santos teve o mérito de realizar e concluir com êxito certo uma diversidade de eventos e obras municipais, começando com o ano de 2006 onde Edimar Santos implantava sinalização vertical nas ruas da cidade de Santa Cecília do Pavão, ainda em sua administração o mesmo dava apoio total no esporte onde lançou o primeiro campeonato municipal de futebol "Uma nova realidade" onde participaram oito (8) equipes sendo elas 15, Barcelona, Bressan, Depósito Luz, Duzentos Alqueires, Funerária, Lajeadinho e Monte Castelo onde cada equipe recebeu uniforme completo, ainda no mesmo ano Edimar Ap. dos Santos realizava uma grande festa, festa essa que é tradição na cidade de Santa Cecília do Pavão ("Agrofest") onde as duplas sertanejas aglomeravam multidões de fãs entre elas 2016 estavam no auge de sucesso a dupla Gian e Giovane que fez uso do palco dessa grande festa municipal e tradicional Agrofest.

- Em 2006 Edimar Santos entregava a obra de reforma da delegacia de policia civil, investimento em segurança publica em parceria com o governo do estado, onde hoje se encontra abandonada, ainda esse ano o mesmo implantava na cidade um projeto que praticamente foi uma revolução, onde tantos os cidadãos idosos, jovens e crianças se beneficiavam e tornou-se modelo para outras cidades, estamos falando da "Cidade Digital" internet de graça para toda a população, onde dava margem para outro projeto de grande importância o projeto "UCA". - O Projeto Santa Cecília do Pavão - Cidade digital teve o apoio do Deputado Estadual Alex Canziani, pois bem a iniciativa foi liderada pela Prefeitura do Município e com parceria do SERPRO e Universidade Federal do Paraná e Universidade Tecnológica Federal do Paraná, além de Organizações conceituadas de tecnologia como a Oracle, Aker, Impsat, e a D-Link. 
Como já dito acima Santa Cecília do Pavão foi destaque nos noticiários de todo o pais por ser a primeira cidade a oferecer internet gratuita através do WI-FI, as fotos mostram a satisfação de um povo satisfeito.

- No transcorrer dos anos muitos feitos, entre eles em 2010 Edimar Ap. Santos inaugurava o Telecentro Comunitário e a Farmácia Municipal, portanto ‎Jheniffer Mendonça Monteiro estamos através dessa relembrando a população que realmente Santa Cecília era muito melhor antigamente e pode voltar a ser basta a população em si escolher o que é melhor para o município.

Valeu Jheniffer Mendonça Monteiro por me proporcionar esse bate papo e agradecer essa grande e competente mulher Neia Vicente. por nos ajudar a relembra de grandes feitos por uma grande administração em nosso município.

VER FOTOS + >>>>>

-Por Nick Azevedo

segunda-feira, 6 de junho de 2016

Construção de 300 casas ficou só na promessa em Santa Cecília do Pavão

Durante a campanha política de 2012, o então candidato José Sérgio Juventino (PPS), o Padre Zezinho, prometeu a construção de 300 casas populares em Santa Cecília do Pavão, caso fosse eleito prefeito. No entanto, tal promessa não se concretizou.

Já em junho de 2015, o prefeito eleito havia citado a meta de construir aproximadamente 100 moradias populares. À época, ele comentou que o município contava com dois terrenos para construção de casas ou de apartamentos.

O prefeito até citou projeto realizado em Assaí, com a construção do Residencial Cidade Alta, de 133 casas e 320 apartamentos, totalizando 453 unidades habitacionais. Porém, no caso de Santa Cecília do Pavão, tal projeto também não prosperou.

Além de não ter edificado as 300 casas prometidas em campanha, a administração municipal também acabou desalojando pelo menos 36 famílias. Ainda em 2013, elas foram convidadas a deixar suas residências, com a promessa de ser beneficiadas por programa federal de moradia popular. Novamente, já em maio de 2016, o poder público não cumpriu o prometido.

Ainda em 28 de agosto de 2015, o prefeito Padre Zezinho havia comentado que aquelas casas - com obras paralisadas desde 2013 - seriam retomadas. O chefe do Poder Executivo estabeleceu então a entrega de 15 unidades no curto prazo e outras 21 moradias, até março de 2016. 

Tão somente mais palavras jogadas ao vento.

domingo, 5 de junho de 2016

Vereadores estão decepcionados com prefeito de Santa Cecília do Pavão

Vereadores da situação e da oposição se mostram insatisfeitos com o prefeito José Sérgio Juventino, o Padre Zezinho (PPS), devido à falta de obras em Santa Cecília do Pavão.

Já no quarto ano da atual gestão, preocupação de integrantes da Câmara de Vereadores se volta à fase final do mandato, sem ter seus nomes em alguma placa de inauguração de obras naquele município.

A revolta acontece também por causa da falta de atendimento de indicações e requerimentos, pelo crescimento do desemprego, pela ausência de apoio ao comércio local e ao transporte de universitários para Londrina, assim como pelo abandono do esporte e de estradas rurais do município.

Entre os poucos investimentos nos últimos anos, em 15 de fevereiro de 2015, houve a inauguração da Super Creche, projeto iniciado na gestão anterior, do então prefeito Edimar Aparecido Pereira dos Santos.

São também da gestão passada os projetos de construção do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Elias Rabelo, inaugurado em 14 de novembro de 2013.

Já o denominado entreposto da Unidade de Atenção Básica da Família do Bairro da Fraternidade, entregue em 7 de outubro de 2015, não passa tão somente de um imóvel locado pela administração municipal.

Enquanto isso, aqueles edis ainda não deixaram seus nomes na história do município. Ainda não há logradouros públicos indicando quem foram os vereadores que fizeram parte da Câmara Municipal de Santa Cecília do Pavão durante a gestão 2013/2016.

sábado, 4 de junho de 2016

Edimar Santos continua sem adversário em Santa Cecília do Pavão

Em Santa Cecília do Pavão, o grupo do prefeito José Sérgio Juventino, o Padre Zezinho, se mostra indeciso, diante da falta de definição de candidato nas eleições de outubro de 2016.

Aparentemente ainda não há definição de qual nome o atual governo teria para enfrentar o ex-prefeito Edimar Aparecido Pereira dos Santos (PTB).

Denominado como Grupo do Bem, a ala governista apresenta como possíveis candidatos o atual prefeito Padre Zezinho, além de Paulo Gonçalves e Gilberto Ivanaga.

Por estar no cargo, Padre Zezinho seria o candidato natural à reeleição. No entanto, ao sinalizar a possibilidade de outro nome, dá se a impressão que a atual administração conta com avaliação ruim por parte da população, podendo então lançar outro candidato. Ou seria tão somente uma forma de o atual prefeito atrair Paulo Gonçalves e Gilberto Ivanaga para seu grupo, com a possibilidade de serem candidatos em sua chapa, algo que pode nem se cumprir.

A autodenominação de Grupo do Bem tem ainda resultado em piadas entre moradores de Santa Cecília do Pavão.

A pergunta que se faz é se tal turma seria a continuação dos privilégios para o Codespa, para familiares que atualmente comandam a prefeitura e para demais beneficiados pela máquina administrativa municipal.

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Ônibus escolar se envolve em acidente em Santa Cecília do Pavão

Ocorreu um acidente com um ônibus escolar da prefeitura municipal de Santa Cecília do Pavão. Não houve registro de pessoas com ferimentos, mas gerou desabafos nas redes sociais por moradores do município e também por populares que frequentam o transporte escolar diariamente.

Veja os desabafos:

Por causa de um descuido ontem quase morreu eu e minha familia toda. O motorista tem que prestar mais atenção na estrada,. Ele falou que deslizou o ônibus, mas não tinha barro nenhum, e cada vez mais o onibus estava tombando, e as travas de seguranca todas emperadas. A nossa sorte foi o Seu Adegar da floricultura, e o outro onibus que vai buscar a nós pra estudar. Os funcionarios arrancaram todas as travas de seguranca, com medo dos alunos arrancarem os vidros. Como que eles vão arrancar e o motorista não vai ver, e sendo tambem que as travas estão todas emperadas. Nós que sofremos o acidente não conseguimos arrancar sozinhos, imagina um aluno, E se acaso acontecer outro acidente, os funcionarios que arrrancaram as travas vão se responsabilizar pela nossa vida?

GI SANTANA SANTOS.

Esta ai o resultado. Parabéns, enquanto salários de alguns motoristas concursados tem suas folhas de pagamento com desconto, ou seja tem suas horas extra tirada, (de alguns é claro), outros já recebem horas extra com um valor maior. E assim estamos vivendo essa triste realidade em nossa cidade, pois ela vive dias de vergonha. Só vemos pessoas reclamando sobre quase tudo, é as entregas de senhas das possíveis casa que vão sair, é voluntária que sobe de cargo, os concursados que não são chamados para assumir seus cargos, (o concurso foi feito porque precisava), e vejo pessoas dirigindo ônibus e ate caminhão sem ser motorista contratado, e motorista concursado no famoso "toco" sentado... É por aí vai. É depois tem gente que diz que o povo gosta é de pão e circo... Pão não dão ao povo, circo foi o que nossa cidade virou...

CIDINHA EVERTON MARTINS.

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Santa Cecília do Pavão: Edimar tem contas de 2008 aprovadas

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) acolheu parcialmente o recurso de revista interposto pelo ex-prefeito de Santa Cecília do Pavão, Edimar Aparecido Pereira dos Santos(foto) e pela ex-gestora do Provopar Ação Social Leonice Machado Santos Morales. A medida altera a decisão do Acórdão n° 6173/14 da Primeira Câmara de Julgamentos da corte. Com isso, as contas de 2008 do convênio foram julgadas regulares com ressalva. A devolução de dinheiro e a multa foram afastadas.Assim, Edimar pode se candidatar a prefeito normalmente.

Na decisão original, o TCE-PR havia emitido parecer prévio pela irregularidade das contas, com aplicação de multas e restituição do valor integral dos recursos repassados ao convênio, no valor de R$ 317.350,00. A parceria tinha por objetivo o desenvolvimento de ações de assistência médico-social às famílias carentes e a manutenção do Centro de Educação Infantil Policena Maria de Mello e do Centro de Atendimento à Criança e ao Adolescente.

A irregularidade ocorreu em razão da existência de saldo anterior na conta específica do convênio; da movimentação de recursos estranhos ao objeto conveniado nessa conta; da não comprovação das despesas realizadas com os recursos repassados; da falta de restituição ao cofre municipal do saldo final do convênio; e da transferência ter sido realizada para entidade presidida por servidora municipal.

No recurso, os recorrentes esclareceram as impropriedades, com a entrega de documentos e extratos bancários. Entre os esclarecimentos, os responsáveis justificaram o saldo presente na conta em período anterior ao do convênio, com demonstrativos de receitas e despesas beneficentes, decorrentes de campanhas de arrecadação realizadas pela entidade e não pelo convênio.

Na nova decisão, tomada na sessão do Tribunal Pleno de 7 de abril, os conselheiros acompanharam, por unanimidade, o voto do relator do processo, conselheiro Durval Amaral. O relator argumentou que a atuação simultânea da ex-gestora como servidora do município e presidente da entidade tomadora, pode ser ressalvada, pois a função que Leonice Morales ocupava como professora municipal está nitidamente dissociada de eventual influência sobre a destinação de recursos públicos.

Os membros do colegiado basearam-se na instrução da Diretoria de Análise de Transferência (DAT) e no parecer do Ministério Público de Contas (MPC). Cabem recursos da decisão.

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Vereador de Santa Cecília do Pavão recebe diárias para ir a encontro do PT

Na condição de funcionário público municipal, lotado no cargo de motorista, o vereador Amilton Ynoue, o Miltinho, de Santa Cecília do Pavão, recebeu R$ 460,00 em diárias, pagas pelo erário, para participar de encontro do PT (Partido dos Trabalhadores), na Região Metropolitana de Curitiba, em junho de 2013.

Por lei, diárias são concedidas por ocasião de deslocamento de servidores para atendimento do interesse público. Entre janeiro de 2013 e abril de 2016, Miltinho recebeu R$ 15.058,96 em diárias.

No entanto, diárias empenhadas em 13 de junho de 2013 serviram para que o motorista-vereador Miltinho pudesse participar do seminário "O Decênio que Mudou o Brasil". Realizado no Expotrade, em Pinhais (PT), o evento comemorou os 10 anos de governo do PT no Brasil, e contou com a presença de Lula e a presidente Dilma Rousseff.

De acordo com dados até então disponíveis no Portal da Transparência, a saída para o evento do PT seria em 11 de junho de 2013, às 8h30, com chegada no dia 13, às 16h00.

O que causa estranhamento é que aquelas informações não mais constam do Portal da Transparência do Município de Santa Cecília do Pavão.

Registro da participação no encontro do PT também foi apagado da página na rede social do vereador Miltinho.

A seguir diárias recebidas pelo vereador e motorista do município de Santa Cecília do Pavão, Amilton Ynoue, entre janeiro de 2013 e abril de 2016:

Ano 

Valor (RS)


2013 

3.022,33


2014 

2.775,00


2015 

5.561,63


2016 

3.700,00


Total 

15.058,96

terça-feira, 31 de maio de 2016

Motorista-vereador de Santa Cecília do Pavão recebeu diárias para evento de esportes

O vereador Amilton Inoue, que atua como motorista da prefeitura de Santa Cecília do Pavão, recebeu diárias para participar de evento na área de esportes, em Foz do Iguaçu (PR), em março de 2014.

A saída para Foz do Iguaçu estava marcada para 20 de março, as 09h. Inicialmente imaginava-se que o vereador nem teria viajado para o evento, pois naquela data participava, no período da manhã, de solenidade em Santa Cecília do Pavão.

No entanto, conforme documentos oficiais, a saída para o evento acabou adiada para 16 horas daquele 20 de março.

No caminho entre Santa Cecília do Pavão e Foz do Iguaçu, no trajeto aproximado de 570 quilômetros, o motorista Miltinho havia passado pelo Auto Posto Céu Azul, em 20 de março, as 22h41.

Segundo prestação de contas, há outro abastecimento no município de Juranda (PR), em 21 de março, as 18h09, conforme nota fiscal em nome de Zafalon Comércio de Combustíveis - Grande Parada.

O vereador-motorista teria então pernoitado no Hotel Solaris, em Foz do Iguaçu, conforme registro em 21 de março, próximo de meia noite e meia (00h23).

Como há registro de abastecimento de combustível já em 21 de março, as 18h09, tem-se que Miltinho gastou diárias com apenas um pernoite.

Dessa forma, ele deveria ter recebido no máximo duas diárias, e não as três pagas pela administração municipal, no valor de R$ 480,00.

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Moradores reclamam de ninho de cobras em Santa Cecília do Pavão

Recentemente a administração municipal de Santa Cecília do Pavão realizou "arrastão de limpeza no combate a dengue, zika e chikungunya".

Na ocasião, o morador Márcio Ynoue aproveitou para fazer um chamado: "Vamos de vez por toda acabar com esse mosquito transmissor da dengue. Fora zika virus. Aqui em Santa Cecília é assim".

No entanto, para a moradora Ediane Fanas, o arrastão deve ser "contra as cobras também (Monte Castelo). Cobra também mata".

De acordo com Ediane Fanas, "penso que estou morando no Pantanal. Mais uma cascavel na nossa rua. Precisamos de atitudes dos órgãos competentes. Já nosso problema aqui já não é só o mosquito da dengue, mas as obras também. Já é a segunda. Vão esperar acontecer algo grave para tomar atitudes. Quem será os responsáveis por esse patrimônio?"

"Pessoal faça o mutirão no bairro Monte Castelo, onde o clube está desativado. Veja a situação daquele matagal e as piscinas. Os moradores agradecem, pois até ninho de obra já se encontra naquele local", alerta o morador Victor Hugo Faustino.

Populares de Santa Cecília do Pavão pedem atuação mais firme do poder público para resolver o problema. Segundo outro morador, "aqui, enquanto o pessoal desfila no centro da cidade fazendo campanha contra a dengue, os bairros fica desse jeito",

Ao cobrar prefeito e vereadores, outro morador ainda diz que "fazer pose pra fotos é até bonito, mas por a mão na massa, é outra coisa".

domingo, 29 de maio de 2016

Vereador de Santa Cecília do Pavão recebe diárias e não sai da cidade

Em 20 de março de 2014, houve solenidade marcando a entrega de aparelho de raio-x, veículo 0Km e apresentação de um novo médico para a população do município de Santa Cecília do Pavão, no Norte do Paraná.

O evento contou com a presença do prefeito José Sérgio Juventino, o Padre Zezinho, lideranças políticas, secretariado municipal, populares e vereadores, entre os quais Amilton Ynoue, o Miltinho do PT.

Ocorre que, em 19 de março, o vereador Miltinho havia feito empenho de R$ 480,00 referentes a despesas para viagem para Foz do Iguaçu.

Conforme o Portal da Transparência do Município, a saída seria em 20 de março, as 9h, com chegada em 22 de março, as 17 horas. Em diárias, ele teria então recebido R$ 480,00.

Como permanecia na cidade em 20 de março, por ocasião da solenidade da Secretaria Municipal de Saúde, o vereador não teria tido condições de viajar para Foz do Iguaçu.

Não há no Portal da Transparencia informações sobre possível cancelamento daquele empenho, significando então que os R$ 480,00 foram efetivados pagos em diárias ao vereador.

Ocorreu um erro neste gadget