Fan Page | Edimar Santos

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Copa da África do Sul começa com música e festa do povo



Com muita música e festa dos sul-africanos. Foi assim que a Copa do Mundo de 2010 foi aberta oficialmente nesta quinta-feira, em Johanesburgo, na África do Sul. Ao som de artistas internacionais como Black Eyed Peas e Shakira, e músicos locais, como o cantor Vusi Mahlasela, o público presente ao Orlando Stadium, no Soweto, deu as boas vindas à primeira Copa do Mundo no continente africano. O Brasil não teve artistas no evento, mas foi representado pelo ex-craque Sócrates.
A Copa começa com muita festa e música em Johanesburgo
Antes da festa dos músicos começar, o presidente da FIFA, Joseph Blatter, e da África do Sul, Jacob Zuma, discursaram para inaugurar oficialmente o evento. “Futebol não é só um jogo. Futebol é a conexão de pessoas. Música e ritmo”, disse Blatter, adiantando o tom da festa.
“Quero agradecer aos sul-africanos pelo calor demonstrado com os atletas. A África vai mostrar ao mundo que é capaz de lidar com qualquer assunto. A África está sediando este torneio. A África do Sul é um palco. Vamos nos divertir”, decretou Zuma, antes de ceder o palco ao grupo pop norte-americano Black Eyed Peas.
O conjunto embalou o público ao som de hits como I got a feeling e Where’s the Love?. Quem também fez a festa dos sul-africanos foi a dupla malinesa de cantores cegos Amadou & Mariam. Com um ritmo baseado em música tradicional africana, o casal animou a festa.
Outro artista que agitou o público foi o cantor sul-africano Vusi Mahlasela, que após se apresentar deixou o palco para o discurso do Arcebispo Desmond Tutu, vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 1984.
Trajado com o uniforme da seleção da África do Sul, o religioso lembrou que a África é “o berço da humanidade” e que receber o evento é um “sonho maravilhoso” para o povo local. Antes de se despedir, Tutu pediu ao público que gritasse por Nelson Mandela, principal figura de oposição ao apartheid, regime racista que vigorou na África do Sul até o meio dos anos 90.
A festa foi encerrada pela cantora colombiana Shakira, que levou o público ao delírio com seu ritmo dançante, o clássico da música pop Hips don’t lie e a música oficial da Copa do Mundo, This time for Africa.
Confusão na Cidade do Cabo – Enquanto o evento era realizado em Johanesburgo, uma confusão deixou seis pessoas feridas na Fan Zone da Cidade do Cabo. Antes da abertura dos portões, a multidão forçou a entrada na área destinada aos torcedores assistirem aos jogos fora do estádio, ocasionando o tumulto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget