Fan Page | Edimar Santos

sábado, 14 de abril de 2012

FAMÍLIA PARANAENSE: PREFEITO EDIMAR SANTOS ASSINA PROTOCOLO DE INTENÇÕES


Prefeito Edimar Santos ao lado de Fernanda Richa

O programa vai beneficiar as famílias de baixa renda do município com diversas ações e as familias de Santa Cecilia do Pavão, vão receber a presença do Governo do Estado.
 
“O Programa traz ações que envolvem educação, famílias que irão receber benefícios também com moradias e toda e estruturação que envolve a parte do lazer e do esporte. Então realmente o Programa Família Paranaense vai ao encontro das necessidades e faz com que a população de Santa Cecília do Pavão tenha qualidade de vida,  e vai proporcionar geração de renda e fará com que muitas famílias saiam da linha de pobreza"comentou Edimar em entrevista à Agência Estadual de Notícias.

Confira matéria completa da Agência Estadual de Notícias:
 
A secretária da Família, Fernanda Richa, assinou nesta quarta-feira, em Curitiba, o protocolo de intenções com 30 prefeitos para participação no programa Família Paranaense.
 
A ação intersetorial do governo do estado visa dar prioridade ao atendimento e melhorar as condições de vida das famílias em situação de vulnerabilidade social. O programa vai atender 100 mil famílias até 2014.
 
Com a assinatura do protocolo de intenções, os 30 municípios se comprometem a estudar a viabilidade de implantação do Família Paranaense, cumprindo as exigências das Unidades Gestora do programa coordenada pela Secretaria da Família e Desenvolvimento Social.
 
A partir de agora os prefeitos terão 15 dias para confirmar a adesão e, no inicio de maio, iniciar o processo de seleção das 5 mil famílias que serão atendidas neste primeiro ano. Segundo a secretária da Família, Fernanda Richa, este é um programa de emancipação social, que oferece atenção especial a quem precisa.
 
A seleção dos 30 municípios foi feita com base em três critérios, município com maiores taxas de extrema pobreza; menor Índice Ipardes de Desempenho do Município, o IPDM, e maiores taxas de cobertura de atualização do cadastro único. O IPDM, que anualmente avalia a gestão municipal, nas áreas da saúde, educação, emprego e renda, considerou os municípios que apresentaram o índice igual ou menor. Outro critério que também compõe o diagnóstico é a capacidade de gestão na assistência social.
 
Segundo a prefeita de Campina da Lagoa, região centro oriental, Célia Cabrera de Paula, a parceria entre Governo do Estado e prefeitura, traz benefícios para os mais necessitados. Durante a permanência das famílias no programa, o estado e as prefeituras oferecerão o suporte para que cada família, ao reconhecer as vulnerabilidades, conquistem a autonomia.
 
Para o prefeito de Santa Cecília do Pavão, no Norte Pioneiro, Edimar Santos, o programa vai contribuir para que cada vez mais pessoas abandonem a linha da pobreza.
 
Todo o processo será monitorado e acompanhado pelos órgãos envolvidos: a Secretaria da Família e Desenvolvimento Social, como gestora do programa, e outras 17 secretarias estaduais, além de gestores municipais.
 
Para viabilizar a promoção social, todos os órgãos atuarão de forma intensiva e simultânea dentro de determinados eixos como a assistência social, educação, saúde, habitação, agricultura, segurança alimentar e meio ambiente, trabalho e segurança pública. ( Repórter: Juliane Silva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget