Fan Page | Edimar Santos

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Acidente na BR-116 mata duas mulheres esmagadas

Veja + fotos no final da matéria
Duas mulheres morreram, uma de 26 e outra de 28 anos. Elas estavam no automóvel que foi prensado entre dois caminhões. Os documentos das vítimas não foram encontrados e os corpos seguem sem identificação, de acordo com o Instituto Médico Legal (IML).

A carreta que seguia atrás do carro estava em alta velocidade, não conseguiu frear e empurrou o carro contra outra carreta, que estava na frente. A perícia esteve no local e deve concluir o laudo em até 30 dias. (+ fotos no final da matéria).
O acidente envolvendo duas carretas e um carro matou duas pessoas no fim da manhã desta quinta-feira (6), na BR-116, quilômetro 102, próximo ao Contorno Leste, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba. O trânsito foi liberado às 15 horas e fluia normalmente por volta 16 horas.

Até as 13h10, quando o bloqueio era total, o congestionamento no local chegou a 10 quilômetros. Às 14h50, já com parte das pistas liberadas, ainda havia lentidão de sete quilômetros, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Os motoristas dos caminhões envolvidos no acidente não ficaram feridos. Ambos foram encaminhados à Delegacia da Polícia Civil de São José dos Pinhais para prestar depoimento.

De acordo com a PRF, os dois condutores fizeram o teste do etilômetro, que detecta a presença de álcool no sangue. Os resultados apontaram que nenhum deles havia consumido álcool antes de dirigir.

A empresa de Operadora Logística JSL é a responsável pela carreta que vinha atrás do carro. Em nota, a companhia lamentou o acidente e relatou que o motorista que dirigia o veículo de carga é terceirizado.

A empresa alega ter feito os “acionamentos necessários após ter tomado conhecimento da ocorrência.” A empresa diz que está contribuindo com as autoridades para esclarecer os motivos do acidente e poder tomar as “providências cabíveis.”



Fotos: André Rodrigues / Matéria Gazeta do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget