Fan Page | Edimar Santos

sábado, 5 de janeiro de 2013

Delegado no Norte do Paraná, teria tentado matar investigador

Delegado Fátimo de Siqueira

O delegado de Santo An­tô­­nio da Platina (Norte do Paraná), Fátimo de Siqueira, é suspeito de tentar matar o investigador José Ruy Bottas, que trabalhava na mesma delegacia. O fato ocorreu no dia 17 de dezembro, mas o caso só chegou a público agora porque o investigador denunciou a atitude ao sindicato da categoria. Segundo a Secretaria Estadual de Segurança Pública, o delegado chegou a apontar a arma em direção ao investigador para “intimidá-lo, e não com a intenção de matar”.

No entanto, o Sindicato dos Investigadores de Polícia do Paraná (Sipol) recebeu via e-mail a denúncia de Bottas. No texto ele narra que foi salvo pela sorte. O investigador escreve que o delegado Siqueira chegou a acionar o gatilho, “contudo a arma não funcionou”.
A discussão começou por causa de uma fuga de 20 presos da delegacia da cidade ocorrida no dia 15 de dezembro. O delegado Siqueira teria sido criticado indiretamente por Bottas em redes sociais por causa da fuga. Por isso o delegado chamou o investigador, e já fez uma representação contra ele por difamação.

Já foi aberto um inquérito policial para apurar o caso, que será acompanhado pela Corregedoria da Polícia Civil. Segundo a assessoria de imprensa da secretaria, o investigador Bottas já pediu transferência para a cidade de Ribeirão do Pinhal.

O presidente do Sipol, Ro­­berto Ramires, afirma que esse caso não pode ficar impune. “Um delegado perder a cabeça e apontar a arma contra o colega de trabalho é inadmissível. Queremos que a Corregedoria e o Ministério Público tomem as medidas para esclarecer isso, já que foi uma tentativa de homicídio”, ressalta.
Fonte: Gazeta do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget