Fan Page | Edimar Santos

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Denunciados por cobrança no SUS

Da Folha de Londrina - O Ministério Público ofereceu denúncia à 2ª Vara Criminal da Comarca de Londrina contra dois médicos neurocirurgiões, pai e filho, que atuavam no Sistema Único de Saúde (SUS) e efetuavam cobranças irregulares para realizar cirurgias em caráter de urgência. Eles foram denunciados pelo crime de concussão (pena de reclusão prevista de 2 a 8 anos e multa).

Segundo a denúncia assinada pelo promotores Paulo Tavares e Jorge Barreto Costa, as cobranças foram realizadas em quatro casos, sendo que o pagamento era realizado pelos familiares dos pacientes que levavam os cheques até o consultório dos dois neurocirurgiões.
Em um dos casos, os médicos realizaram em março de 2011 uma cirurgia para retirada de tumor cerebral de uma paciente de 40 anos na Santa Casa. Para que o procedimento fosse realizado, o marido da paciente realizou o pagamento de R$ 23 mil em seis cheques, sem recibo, no consultório dos denunciados.

Os promotores Paulo Tavares e Jorge Barreto da Costa afirmam, na denúncia, que qualquer tipo de cobrança nos serviços públicos de saúde ou naqueles contratados é indevida.

A assessoria de imprensa da Santa Casa afirmou que o hospital não concorda e não permite a cobrança, já que os profissionais são remunerados pelo governo, por meio do SUS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget