Fan Page | Edimar Santos

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Edimar Santos almoçou com ex-deputado Cartário, agora no PTB.

Rodrigo, Edimar Santos, Dr. Vieira, Augusto, Cartário e Dr. Walter
Nesta sexta-feira, 26 de julho, o ex-deputado estadual Geraldo Cartário esteve em visita a amigos e correligionários em Assaí, Cornélio Procópio e São Sebastião da Amoreira.

Em Assaí, no restaurante Furucho, ele se reuniu com o ex-vereador e advogado Januário Silvério de Souza e com o diretor da Regional de Saúde de Cornélio Procópio, Edimar Santos. A conversa foi acompanhada também pelo radialista Augusto Freitas (Líder AM), por Rodrigo Rocha e pelo diretor clínico do Hospital Pró-Vida, Francisco Vieira Filho.

Durante o almoço, Cartário também comentou sobre seus 40 anos de vida pública, como vice-prefeito e prefeito de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba, e ainda como deputado estadual.

À época que ocupava uma cadeira na Assembleia Legislativa do Estado do Paraná, ele viabilizou recursos para importantes obras para Assaí, como construção do Terminal do Estudante e da atual sede da Polícia Militar e Defesa Civil / Bombeiro Comunitário, além de repasse para os colégios estaduais da cidade. Cartário também foi principal interlocutor em favor da implantação da linha de transporte metropolitana (circular) entre Londrina e Assaí.

Ao visitar o norte pioneiro, o ex-deputado estadual se mostrou disposto a ajudar o prefeito de São Sebastião da Amoreira, Luiz Fernandes, para que ele consiga fazer uma boa gestão em favor da população daquele município.

Depois de 40 anos atuando na política, Cartário não pretende disputar algum cargo na eleição do próximo ano. Para deputado federal, ele deve apoiar a reeleição de Alex Canziani, do PTB, partido inclusive ao qual Cartário está filiado.

Na eleição de 2010, Cartário havia conquistado mais de 33 mil votos para deputado estadual, mesmo tendo desistido de fazer campanha, devido impedimento pela Justiça Eleitoral. Ele havia perdido o mandato parlamentar apenas por ter dado um bolo de aniversário a eleitores, ficando enquadrado então pela Lei da Ficha Limpa.
fonte: revelia.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget