Fan Page | Edimar Santos

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Governo leva Curso Básico de Vigilância em Saúde à região Norte e Noroeste

Edimar Santos, Dra. Terezinha, Setti e Sezifredo Paz
Mais de 200 pessoas participam nesta semana, em Cornélio Procópio, no norte do Estado, do Curso Básico de Vigilância em Saúde (CBVS), promovido pela Secretaria Estadual da Saúde. O evento segue até sexta-feira (21) e capacita profissionais de nível superior que atuam na área de Vigilância em Saúde dos municípios.

Esta é a terceira edição do curso e reúne gestores, enfermeiros, farmacêuticos, médicos veterinários, biólogos, dentistas e outros profissionais de 100 municípios das macrorregiões Norte e Noroeste do Estado. Em 2012 e 2013, o evento atingiu profissionais das macrorregiões leste e oeste, com mais de 380 participantes.

Segundo o superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz, que participou da abertura do evento, o curso faz parte da estratégia de educação permanente do programa VigiaSUS do Governo do Estado. “Com o CBVS, apresentamos toda a estrutura e as atribuições de cada área da Vigilância em Saúde. O curso é importante para os novos profissionais que recém ingressaram no serviço público, mas também serve de atualização para quem já trabalha na área”, destacou.

O CBVS é ofertado exclusivamente a quem trabalha no serviço público estadual ou municipal e promove discussões acerca de cinco áreas temáticas da vigilância em saúde: vigilância epidemiológica, vigilância sanitária, vigilância ambiental, saúde do trabalhador e promoção da saúde.

PROGRAMAÇÃO – O primeiro dia de curso contou com a palestra do assessor do Ministério da Saúde e doutor em Saúde Pública, Paulo Gutierrez. Ele apresentou os conceitos básicos da Vigilância em Saúde, bem como sua articulação e interface com as demais estruturas do Sistema Único de Saúde.

A programação segue durante a semana com palestras e debates sobre a atuação do profissional em cada área temática da Vigilância. Também será apresentado a história e os marcos legais que regem o setor no Paraná e no Brasil.
A solenidade de abertura do CBVS também contou com a presença dos diretores das regionais de saúde de Cornélio Procópio, Edimar dos Santos; de Londrina, Teresinha Sanchez; e de Jacarezinho, Antônio Carlos Setti.


VIGIASUS – Além da vertente de capacitação, o VigiaSUS também destina recursos de custeio e investimento aos 399 municípios paranaenses. Somente no ano passado, o programa investiu cerca de R$ 30 milhões em repasses aos municípios e R$ 17 milhões para obras e aquisição de equipamentos para unidades da rede própria estadual.

Entre outras ações, a Vigilância em Saúde é responsável por monitorar e avaliar os indicadores de saúde. Através desses dados, o poder público tem subsídios para desenvolver medidas de controle de doenças e outros problemas em saúde pública.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget