Fan Page | Edimar Santos

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Dupla morre em confronto com a PM em Jacarezinho

Daniel e Welington foram mortos ao trocar tiros com a Polícia Militar na PR-431
Troca de tiros aconteceu durante bloqueio na tarde desta quinta-feira (26), na PR-431, em Jacarezinho 

Os dois homens mortos em confronto com a Polícia Militar na tarde desta quinta-feira (26), na PR-431, em Jacarezinho, possivelmente pertencem a uma quadrilha que atua no tráfico de drogas e outros crimes, e tem como base a cidade de Londrina. A troca de tiros aconteceu próximo ao Centro de Eventos de Jacarezinho, quando os dois homens, que estavam em uma motocicleta furtada, encontraram as viaturas já em bloqueio na rodovia.

Após a troca de tiros, os jovens, identificados como Welington da Silva Stoko, 19, e Daniel da Silva (idade não revelada) foram socorridos e levados ao Pronto Socorro da Santa Casa de Misericórdia de Jacarezinho, mas não resistiram aos ferimentos. Nenhum policial ficou ferido na ação. As armas, uma submetralhadora calibre nove milímetros e um revólver calibre 22, encontradas com os dois homens, foram apreendidas. No momento que foram interceptados no bloqueio, os criminosos estavam com uma moto furtada na última terça-feira (24), em Ourinhos.

Após o confronto, os militares fizeram buscas em diversas casas em Jacarezinho, onde possivelmente estariam outros integrantes da quadrilha. Na Vila Leão, os militares conseguiram apreender outra moto furtada também na cidade de Ourinhos, um tablete de maconha e aproximadamente R$ 1 mil em dinheiro trocado. Mais dois possíveis envolvidos com a quadrilha foram presos na operação.

Segundo a versão da Polícia Militar, a dupla que foi morta no confronto, seguia sentido Cambará/Jacarezinho e uma viatura estava logo atrás acompanhando os suspeitos. Como já havia informações que os dois estavam armados, outras equipes do Serviço Reservado (P2) e Rotam/Canil fizeram o bloqueio para interceptar os acusados. Ainda de acordo com a versão da PM, cerca de 300 metros da entrada do Centro de Eventos de Jacarezinho, na PR-431, a dupla passou por uma curva e se deparou com as viaturas já em bloqueio, momento em que o garupa da moto começou efetuar disparos contra as equipes militares.

Os policiais revidaram à ação e derrubaram os jovens da motocicleta. Após a queda, os dois correram sentido um pasto e continuaram a atirar contra os militares. Na troca de tiros, os jovens foram alvejados diversas vezes. Nenhum policial ficou ferido. 

No tiroteio uma das viaturas da P2 foi atingida. Com apoio do corpo de bombeiros, os criminosos feridos foram encaminhados ao Pronto Socorro. Os médicos ainda tentaram reanimar um dos jovens, mas ele assim como seu parceiro, não resistiu e morreu.
Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) em Jacarezinho, onde passarão por perícia para precisar quantas perfurações, e de que calibres há nos corpos. 

Um fato que chamou atenção de todos no IML foi que um dos envolvidos tinha tatuado no peito a frase: “Quem sorriu na minha ida, vai chorar na minha volta”. A Polícia Civil foi até o local logo após o confronto e conseguiu recolher pelo menos três estojos de munição ponto 40. Segundo os investigadores, somente um teste de balística poderá determinar se os estojos encontrados no local foram disparados pelas armas dos militares ou dos bandidos. A polícia não informou o calibre das armas apreendidas na operação. 

Durante o confronto, o transito ficou interrompido no trecho e assustou motoristas que tentavam passar pelo local. De acordo com o tenente Wilson Garcia, que acompanhou a situação, o próximo procedimento será a abertura de um inquérito policial militar (IPM) para apurar os fatos. As armas dos militares envolvidos na ação serão periciadas para precisar qual policial efetuou os disparos que atingiram os criminosos no confronto.

do Tá no Site

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget