Fan Page | Edimar Santos

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Prefeitos consideram concurso para SAMU oneroso

Os prefeitos, prefeitas e secretários municipais da saúde realizaram nesta sexta-feira (20), reunião para discussão sobre o TAC (Termo de Ajuste de Conduta) proposto pelo Ministério Público, para que o CISNOP realize concurso público para o funcionamento do SAMU.

Os prefeitos entendem que o concurso é totalmente desnecessário e prejudicial as finanças dos municípios, pois atualmente o CISNOP repassa R$ 735 mil para empresa terceirizada realizar todos os serviços e, com a contratação por concurso público o custo operacional dos serviços subirá para R$ 950 mil mensais, conforme planilha apresentada aos presentes. 

Em 30 de abril vence o prazo do TAC para aprovação do organograma de cargos e funções, em 30 de agosto vence o prazo para realização de concurso público .

Foi deliberado que seja SOLICITADO ao Ministério Público a prorrogação dos prazos, bem como seja realizado reunião com MP, técnicos, prefeitos, secretários da saúde, diretores das regionais de saúde de Cornélio Procópio e Jacarezinho, para ampla discussão sobre o impacto financeiro e as obrigações patronais que recaíram sobre o CISNOP. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget