Fan Page | Edimar Santos

terça-feira, 3 de março de 2015

Casos de dengue aumentam 50% na região, agora são 58 casos!

Edimar Santos e Secretário Michele Caputo Neto
No último boletim divulgado pela SESA - Secretaria Estadual da Saúde, existia 38 casos, agora o número subiu para 58 casos confirmados de DENGUE, nos municpios da 18a. Regional de Saúde de Cornélio Procópio

No total de 58 casos confirmados, sendo 54 autóctones, 04 casos importados em 293 notificações realizadas pela equipe DVVGS da Regional de Saúde.

Confira os municípios, e o total de 58 casos de DENGUE na 18ª RS: Andirá (7), Bandeirantes (1), Itambaracá (1), Leopolis (1), Santa Mariana (2), São Jeronimo da Serra (1), Sertaneja (1) e Urai (44)

Preocupado com a situação, o diretor Edimar Santos da 18ª Regional de Saúde, realizou com a equipe da DVVGS - 18ªRS, coordenadores e secrertários municipais importante reunião com os 21 municípios.

Temos que intensificar as campanhas de combate nas cidades, com arrastões e ações de prevenção. Edimar Santos também ressalotu, que estão prevista no código sanitário estadual aplicação de multas a quem dificultar o trabalho das equipes e tiver criadouros em casa.

O diretor Edimar Santos adverte que o poder público não consegue combater a doença sem a conscientização dos moradores. "As pessoas precisam lembrar que a dengue é uma doença grave e mata, enquanto elas não se atinarem para essa questão, será muito difícil mudar esse cenário", lembrou.


Alerta: As pessoas que apresentarem sintomas típicos da dengue, como dores abdominais fortes e súbitas, queda de temperatura e/ou de pressão, náusea, vômitos ou vermelhidão na pele devem procurar uma unidade de saúde.

Primeiro Passo: O primeiro passo após ser consultado por um profissional é fazer a hidratação. Se confirmada a doença, é recomendável que o paciente beba cerca de 5 litros de água por dia. "A evolução da doença é rápida, inesperada e dinâmica. Por isso, o paciente com sintomas deve procurar imediatamente um médico e seguir os protocolos clínicos, como exames de sangue e controle de plaquetas", disse a chefe da DVVGS da 18ª RS, Amabile Basso.

Grupos de Risco: Gestantes, crianças, principalmente as que têm menos de dois anos, adultos com mais 65 anos, diabéticos, cardíacos e com doenças crônicas precisam ficar mais atentos ainda aos sintomas da dengue e precisam de tratamento diferenciado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget