Fan Page | Edimar Santos

segunda-feira, 30 de março de 2015

Lupion nega candidatura e confirma coordenação presidencial

Exclusivo: O presidente da Cohapar(Companhia de Habitação do Paraná),Abelardo Lupion(DEM)visitou o estande no Npdiario/Vale do Sol/Prefeitura neste final de semana na 43ª Efapi(Exposição-feira, Agropecuária e Industrial do Norte Pioneiro),em Santo Antônio da Platina.Estava acompanhado do filho,deputado estadual Pedro Lupion(DEM). 

Na oportunidade(foto), Beka, como é conhecido,negou a sua comentada pré-candidatura ao Senado e confirmou que será coordenador da campanha presidencial de Aécio Neves(PSDB) ou de Ronaldo Caiado(DEM),em 2018.
Beka não se sente confortável ao falar sobre lideranças que insistem que seja candidato à Câmara Alta,"eu prefiro me concentrar na Cohapar e depois ajudar a tirar o PT do poder",argumentou.

Ele acredita,inclusive, que Dilma Rousseff(PT) possa nem chegar ao final do mandato,"hoje a câmara dos deputado e o senado mandam no governo federal",lembrou.
O democrata deve repetir a coordenação nacional em sete estados do Sul e centro-oeste do país,onde Aécio ganhou em todos.

Neto do ex-governador do Paraná Moisés Lupion e pai do deputado estadual Pedro Lupion(DEM), tem 63 anos, é agropecuarista,empresário e líder rural.
Beka, como é conhecido,tem negócios em Santo Antônio da Platina e Curitiba, concluiu o sexto mandato de deputado federal e pretende trabalhar em conjunto com as demais lideranças do primeiro escalão do governo estadual como presidente da Cohapar(Companhia de Habitação do Paraná).

Foi eleito 13 vezes pelo DIAP (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) como um dos mais influentes do Congresso Nacional e membro integrante da Elite Parlamentar.Lupion se destacou devido a sua atuação como interlocutor e negociador da Frente Parlamentar da Agricultura com as autoridades da área econômica.
Em 1998 foi apontado, segundo matéria publicada pela VEJA, como um dos melhores deputados da Agricultura Brasileira, resultado de seu trabalho parlamentar em Programas como o RECOOP, PESA, BANCO DA TERRA, entre outros, e de sua atuação como relator da Securitização, projeto que veio a beneficiar mais de 520 mil produtores rurais em todo país.

Em 2005, em uma decisão histórica, depois de dois anos de trabalho, a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito da Terra aprovou, por 12 votos a 1. o relatório alternativo apresentado pelo Deputado Abelardo Lupion que classifica invasões de terra como crime hediondo. Em 2006 assumiu a Presidência da Comissão da Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados.
do NP Diário

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget